Opinião sobre o livro 'Ponto de Inflexão'


Flávio Augusto da Silva é um dos empreendedores brasileiros mais influentes da nova geração. Fundador da rede de cursos de inglês Wise Up, proprietário do time de futebol Orlando City, meuSucesso.com e uma outra dezena de projetos, o garoto da periferia do Rio de Janeiro é considerado por muitos um dos maiores homens de negócios do Brasil.

O bilionário, hoje residente em sua mansão nos arredores de Orlando, Flórida, descreve no livro 'Ponto de Inflexão', lançado em 2019 pela Buzz editora (também de sua propriedade), os caminhos e percalços de sua trajetória empreendedora.

Finalizei a leitura do livro no último final de semana e, apesar de se tratar de uma autobiografia, o interessante do livro são os chamados "pontos de inflexão", onde, segundo o autor, são fatos que ocorreram em sua vida que mudaram completamente sua trajetória.

Um ponto de inflexão em cálculo diferencial é um ponto sobre uma curva na qual a curvatura (a derivada de segunda ordem) troca o sinal. É mais ou menos essa analogia que Flávio busca em seu livro.


Um aspecto que considero extremamente positivo no livro é de que não se trata apenas de uma história cronológica narrada e que não agrega valor ao leitor. Todos os pontos mencionados por Flávio nos colocam na mesma posição de incerteza frente às situações em que ele viveu.

Além desse aspecto, a própria história do bilionário é fenomenal. Um self-made man completo. Através de seu poder de persuasão e influência, hoje é considerado mais popular por jovens no Brasil do que Papa Francisco e Bill Gates.

Após a leitura da obra passou um filme pela minha cabeça. Quais foram os pontos de inflexão em minha vida? Quais foram os momentos que determinaram a situação em que vivo hoje? E se eu tivesse optado por outras alternativas?

Acredito que essa é a ideia central que o autor busca atiçar nos leitores e não apenas demonstrar sua história de sucesso. Flávio demonstra que com muita dedicação e habilidades de negociação qualquer um pode atingir seus objetivos.

Comentários